• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

Desbravando Malta

29.06.2018

Depois de todas as aventuras para chegar em Malta, finalmente cheguei!!! Tinha visto tantas coisas sobre esse país tão pequeno, mas tão rico em belezas naturais e cultura, que estava super ansiosa para conhecer cada pedacinho desse arquipélago durante essas duas semanas.

 

 Logo no desembarque do aeroporto em Malta, só para dar aquele gostinho

 

Por que Malta?

 

Na verdade eu quero conhecer o mundo inteiro, então todo lugar é lugar rs. Mas vou dizer que Malta “apareceu” na minha vida há pouco tempo, confesso que não conhecia, mas logo que vi fotos, já entrou na minha lista de lugares para ir. Assim como eu, muitas outras pessoas ainda não conhecem, digo isso, pois sempre que eu respondia para onde ia, a pergunta era quase sempre a mesma: “Onde fica?” “É na Itália, né?” “Ah, é em Portugal?”. Mas não, Malta é um país! Pequeno, bem pequeno, banhado pelo mar mediterrâneo, e fica entre a Itália, na Europa e a Tunísia, na África. E é lindo! E eu decidi ir para lá e fazer intercâmbio.

 

Intercâmbio?

 

A língua oficial em Malta é o Maltês e a cooficial é o inglês. Nada mau conhecer um lugar paradisíaco e ainda aprender um outro idioma, né? Claro que em duas semanas não dá para aprender muita coisa, mas eu gosto de fazer intercâmbio, é uma experiência bem diferente do que ir para o lugar apenas para fazer turismo. Você acaba vivendo o dia a dia como um local, praticamente, tendo as obrigações, os horários e tem a oportunidade de conhecer outras pessoas. Inclusive eu combinei essa trip com os amigos que ganhei no outro intercâmbio que fiz em Londres no ano passado.

 

O primeiro dia de aula

 

Bem, como eu já contei no outro post, minha chegada em Malta atrasou um pouquinho. Era para eu chegar no domingo a noite e ir para a escola na segunda-feira pela manhã, para as apresentações, definição de nível, turno, entre outros assuntos. Mas consegui fazer isso a tarde, como já havia feito o teste online (assim que você faz a inscrição no curso, eles te enviam e-mails com algumas informações e com o teste para definir o seu domínio no idioma, se você não fizer de forma antecipada, você faz quando chegar na escola, no primeiro dia. Fica a dica: faça antes! rs

 

Na minha turma, 90% eram brasileiros. Tem gente que não gosta muito, pois o povo acaba falando em português com você e aí o objetivo de aprender inglês vai por água abaixo. Em Londres os professores eram bem mais rígidos em não deixar que os alunos falassem o seu idioma, era somente inglês e nada mais. Em Malta, senti que eles são mais flexíveis quanto a isso.

 

Ace English Malta

 

Apesar de ter muitos brasileiros na escola, o que para algumas pessoas pode ser um problema, eu gostei bastante de fazer o curso na Ace English . Ela está situada dentro de um shopping, tem muitas opções de almoço e cafés por perto, isso facilita bastante, pode ter certeza!! Experiência própria hehe. Tipo, como eu estudei no turno da tarde, aproveitava o período da manhã para turistar e quase sempre chegava em cima do laço, aí comprava um lanchinho rápido e ia para a aula. Bem na “cara do gol” tem um Mc Donalds, Hugo´s Burger e o Hard Rock Café que são difíceis de resistir, uma perdição, gente hehe.

 

 Tem até vegetariano no Hugo´s... Delícia

 

A estrutura é muito boa, super ajeitadinha, as pessoas são bem receptivas, tem muitos jovens trabalhando na escola. Eles organizam muitos passeios e encontros com os estudantes também. Bem bacana, principalmente para quem fica mais tempo em Malta. Eu tive duas professoras, uma na primeira semana e outra na segunda semana e gostei bastante das duas. Alguns dos meus amigos não tiveram tanta sorte assim com os professores, mas eu tive. Ufa! 

 

 Euzinha no primeiro dia de aula

 Professora Denisa, querida!!

 Minha amiguinha colombiana María

 Flavitcho e eu com o certificado de conclusão

 Amiguinha japonesa Azusa

 Ace English Malta

 

 

St Julian´s

 

Tanto a escola, quanto o hostel da Egali (já falo sobre) ficam situados na cidade de St Julian´s, localizada na parte Norte da Ilha. É bem pertinho da capital Valeta. Ficar lá foi muito bom por conta da distância entre a escola e a moradia, uns 5 minutinhos caminhando. E também por ter muitas opções de transportes, facilitando a locomoção para as outras cidades.

A vida noturna lá é agitada, acredito que seja o local mais movimentado se tratando de baladas. Então, como eu não sou uma pessoa da noite, para mim esse foi um ponto negativo de ficar ali, mas não chegou a ser um problema não.

 

 Olha essas sacadas no prédio bem na frente da escola. Que gracinha!!

 

O “fervo” é do ladinho da Ace English rsrs. O local chamado Paceville (apelidado carinhosamente de inferninho por nós kkkk) é onde a noite acontece (até mesmo durante o dia). São várias opções de baladinhas e o legal é que você pode entrar e sair a hora que quiser, pois, na maioria deles, não precisa pagar para entrar. Eu passei por lá uma noite só, e fiz isso, entrei em uns 4, 5 lugares só para conhecer. É bem animado! Para quem curte balada é um prato cheio. O difícil é se concentrar nos estudos hahaha

 

 A noite começando na Paceville

 

Mas St Julian´s também tem suas belezas naturais, é muito gostoso caminhar pela orla da Spinola Bay, observar os vários barcos e aproveitar a diversidade de restaurantes por ali.

 

 Um povo sorridente fazendo o "reconhecimento da área"

 Spinola Bay e a escultura LOVE

 

 Alê e eu na Spinola Bay, St Julian´s

 

Um dos restaurantes que conhecemos por lá foi o Raffael Restaurant, que fica da beira do mar e tem um visual incrível. Fomos lá na “despedida” do nosso amigo Egdar, que também deu o ar da graça em Malta. Ah, e lá também descobri o melhor vinho da vida!!!

 

 Jantar no Raffael 

 Esse vinho é uma delícia!!! Verdala (é de Malta mesmo)

 

E no primeiro dia por lá já teve comemoração de aniversário do nosso amigo Flávio. Marcamos um jantar no The Avenue, que fica pertinho da Egali Hostel. Nem preciso dizer que virou nosso restaurante preferido nesses dias em Malta. Eu só comi massa. Era um prato mais gostoso que o outro rs.

 

 Comemorando o aniver do Flavitcho no The Avenue

 Hummmm

 Tem "O" vinho lá também hehe

 E essa rua linda é na frente do The Avenue e na esquina da Egali Hostel <3

 

Egali Intercâmbio

 

O meu primeiro intercâmbio, no ano passado, foi com a Egali. Fiz inglês em Londres e amei tudo, desde o primeiro até o último momento, principalmente a Érika e o Edgar, que são da base da Egali em Londres. Como foi o meu primeiro, fui com dúvidas e aquele friozinho na barriga, mas eles foram ótimos e eu super indico fazer o curso lá. Por ter gostado muito da empresa, decidi fazer com eles novamente. Foi tudo bem, masssss, como eu tinha essa comparação com Londres, achei que em Malta tem muuuitos pontos para melhorar. E o bom é que a empresa se preocupa com isso, eles têm um ótimo serviço de pós e garantiram que estão trabalhando para melhorar o serviço em Malta também.

 

 Pegando aquele sol gostoso na Egali Hostel

 Olha o vinho aí gente!! Dica: tem para vender no mercado hehe

 

Dicas úteis

 

A água de lá não é de boa qualidade, nem para cabelo e pele e muito menos para ingerir. Então, já guarda dim dim para comprar diariamente sua garrafa de água. Nem na escola tem bebedouro, como é comum em outros lugares;

 

Interruptores dos banheiros ficam do lado de fora. Nos primeiros dias eu entrava e ficava igual uma barata tonta procurando kkkk. Então, antes de entrar no banheiro, acenda a luz do lado de fora;

 

Infelizmente os moradores locais ainda estão se adaptando a grande quantidade de turistas por lá e, minha impressão, é que eles não curtem muito. Dificilmente alguém vai te dar bom dia com sorriso no rosto. Você vai ficar no vácuo quase sempre, principalmente com os “motoras do busão”;

 

Ah, ainda sobre os motoras, não canse sua beleza tentando “pegar” o ônibus se você não chegar a tempo no ponto, se eles fecharem a porta, você pode dançar Ragatanga na frente, mas eles não abrem;

 

Li bastante que o transporte público de Malta era ruim, mas vou dizer que não tive muitos problemas não. Apesar da falta de paciência e da “simpatia” dos motoristas, até que o sistema funciona quase que perfeito. Claro que pegamos ônibus lotaaaados e que ficava muita gente do lado de fora. Mas não é tão ruim assim. Dá para sobreviver hehe;

 

 Felizes no busão e na fila do busão rs

 

Outra coisinha, o “ticket” do ônibus tem validade por duas horas. Então, se você for a algum lugar e precisar pegar outro ônibus dentro do limite dessas duas horas, basta apresentar esse ticket. Você não vai precisar pagar novamente. O horário fica marcadinho no bilhete;

 

E a dica mais importante:

 

Malta é realmente INCRÍVEL!!! Desfrute, desbrave, acorde cedo, vá passear! Ande muito! Conheça o máximo que puder! Você vai se encantar com cada cantinho desse lugar maravilhoso!

 

 Experimente o pastizzi. Tradicional de Malta, quase não tem gordura (rs), mas é gostoso

 

Aos poucos vou contando tudo. Se tiver dúvidas, estou super à disposição para ajudar.

 

 Pelas ruas de St Julian´s

 

Beijinhos e até a próxima,

 

Simone Malagoli

 

 

Faça sua reserva para visitar Malta através do Booking clicando nesse link e dê um força ao blog <3

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Veja também

Please reload