Veja também

O que fazer em Taormina em apenas 1 dia

Quero começar dizendo que um dia é muito pouco para essa cidade tão linda!!! Mas, se você só tiver um dia mesmo, não perca a oportunidade de conhecer Taormina. Mesmo sendo pouquíssimo tempo, vale a pena.


Isola Bella - Taormina


A minha passagem pela região da Sicília foi em um final de semana, foi uma escolha CERTA para a viagem durante o intercâmbio em Malta.


Você pode conferir aqui como ir de Malta para Sicília e conferir também as dicas do que fazer em Catânia


Como chegar em Taormina


Tinha programado para ir de trem a partir de Catânia, mas conversando com o amigo Renan, nosso companheiro de quarto em Malta, ele nos alertou que era melhor irmos de ônibus, já que ele havia feito essa mesma viagem dias antes. O ônibus seria a melhor opção, pois te deixa na parte de cima de Taormina. Já a estação de trem é na parte de baixo, um pouquinho mais afastado do centrinho.


Bem, seguimos esse conselho. Saímos do nosso hotel, em Catânia, cedinho e fomos caminhando até o terminal de ônibus (que aparentemente era na frente da estação de trem). Vou dizer que caminhamos um bom pedaço, viu?! rs


Quando, finalmente, conseguimos encontrar a Estação de Trem foi mais um tempinho para conseguirmos encontrar o terminal do busão. Não tem muitas placas de sinalização por lá, pelo menos nós não vimos. Aí perguntamos para um e para outro, até que encontramos.


Essa aqui é a estação de trem

Um pequeno rolo básico


Compramos o bilhete nessa loja (foto abaixo) na rua da frente do terminal. E aí gente, vou dizer uma coisa pro cês, já passava um pouco das 9 da manhã, mas a mocinha nos vendeu o bilhete com o horário das 9h (compramos ida e volta por 8,30 euros), mas acredito que o horário marcado ali no bilhete não interfere muito não, até pq percebemos que não tem muito controle...


Local que compramos os bilhetes do busão

Bilhete ida e volta

Entrada do terminal de ônibus

Bem, chegamos lá, ficamos aguardando o ônibus no local indicado. Perto das 10h chegou um que iria para Taormina, mas lotou e nós não conseguimos entrar (por isso que disse que acho que não tem muito controle, eles vendem bilhetes sem horário e poltrona marcada), mas enfim, mesmo com esse “rolo”, eles resolveram a situação de uma forma bacana. Na mesma hora pediram um ônibus extra, logo em seguida chegou e foi nele que embarcamos rumo a Taormina.


O caminho é lindo


Já falei diversas vezes que sou COMPLETAMENTE APAIXONADA pela Itália, então fui “babando” enquanto olhava pela janela do busão. Com os olhos vidrados em tudo. A Itália é apaixonante. Fiz diversos vídeos pelo caminho (todos estão nos destaques do meu instagram ), ainda mais depois que o motora querido me deixou ficar naquele banquinho que tem ao lado dele, bem na frente, com aquela vista privilegiada.


Subindo...

Até o vulcão Etna faz parte do cenário <3

Como Taormina fica no alto de um monte rochoso, na subida você se encanta com o azul do Mar Jônico (por acaso você assistiu o filme “Imensidão Azul”? Foi gravado lá). Fui suspirando ao longo do caminho, que coisa mais linda!!! Aquele azul incrível da Isola Bella e ao fundo também dá para ver o vulcão Etna também. Imagina o visual, gente!!! Por favor, coloque Taormina na sua lista de lugares para conhecer.


Ah, e preciso dizer também que o ônibus foi realmente a melhor opção. Nos deixa na “cara do gol”.


E agora, o que fazer em Taormina?


Sem dúvidas nenhuma, a pérola do Mar Jônico oferece muitas atrações para turistas e moradores. Mas com o tempo curtinho (uma pena) tinha que tomar uma difícil decisão de escolher o que fazer.


A vista do mirante

Tá vendo o vulcão Etna ali atrás??


Depois de tirar várias fotinhos e apreciar a vista do mirante, que fica logo em frente ao ponto final do ônibus, nosso grupo se dividiu. Até pq, ali no início, ficamos meio perdidos sem saber o que fazer e para onde ir hehe. Só depois é que descobrimos que era muuuuito fácil.


Vou dizer: assim que você desce do ônibus, descendo um pouquinho mais o morro, para o lado direito (de frente para Isola Bella) você tem o Mirante. E do lado esquerdo de onde para o busão, você vai subindo, vai passar pelos “bondinhos”, que é uma opção de descer lá para a praia ou você continua subindo mais um pouquinho e logo vai chegar no centro de Taormina. Inclusive é onde tem o Teatro Grego. (Mas essa facilidade toda nós só descobrimos depois... antes disso teve outras coisitas)


Oh lá os bondinhos. Você pode pegar e descer na praia

Pelo caminho subindo para o centrinho...

Como eu disse, dividimos o grupo, uma parte queria ficar de boas na praia e outra, eu e o Fernando, fomos “desbravar” um pouco mais Taormina a bordo do Hop On Hop Off, que você compra ali mesmo, no terminal do ônibus.


No Hop On Hop Off apreciando a vista <3

Optamos por esse ônibus. Acho uma boa opção para conhecer o lugar. Demos altas voltas por Taormina, apreciando tudo. Depois de rodarmos com o busão de turismo, descemos no mesmo “ponto” e foi nesse momento que descobrimos o quanto era fácil chegarmos no centro hehe, era só ter subido mais um pouquinho. Mas eu acho que o Hop On Hop Off vale a pena sim para conhecer o restante do local (inclusive você pode parar nos lugares que quiser) e tem a opção de ir também até Madonna Della Rocca e Caltelmola, que já vou falar sobre eles.


Então, se você me perguntar: vale a pena utilizar o Hop On Hop Off, eu te respondo: vale sim!!


Teatro Grego


Pagamos 10 euros para conhecer e só pela história do teatro já está valendo. Ele foi construído no século III a.C e sobrevive até hoje, inclusive com muitos eventos (em 2014 teve show da minha diva Laura Pausini <3) . Mas além de toda história que envolve o Teatro Grego ao longo desses anos, a vista lá de cima é uma das mais incríveis de Taormina. Você se vê andando em um local onde já aconteceram tantas coisas, fica tentando imaginar tudo que já rolou por ali e aí olha para o lado e se depara com aquele mar azul. É sem explicação.


Centro de Taormina


Saindo do Teatro Grego é só continuar andando que você já está no centrinho. E aí já sabe, né? A cada passo, um suspiro. Comigo funciona assim rs. As construções, as ruas estreitas, as flores nas janelas, os detalhes pelas ruas, tudo isso me encanta de um jeito, que eu não sei explicar. Eu queria ficar ali hehe.


Ah, eu experimentei o tal Limoncello. Tomei só um cadinho e já deu um baratinho haha, é gostosinho, mas é fortinho, tá? Pelo menos para pessoas “fraquinhas” tipo eu.


Oi, limoncello rs


E eu também não sosseguei enquanto não encontrei essa escada fofura. Achei!