Veja também

Dicas valiosas para aproveitar Capadócia da melhor forma

Capadócia é, SEM DÚVIDA NENHUMA, um dos lugares mais incríveis que já conheci. E é um lugar que TODO MUNDO precisa conhecer um dia! SÉRIO! Que lugar!!!


Por isso, quero te passar algumas dicas valiosas para você curtir esse lugar sem igual. Bora?!


A escolha do lugar e do hotel


Göreme e Mithra Cave


Não tem jeito, quando você pensa em Capadócia, você automaticamente lembra de balões e cavernas. Eu ficava viajando nas fotos, nos vídeos, das pessoas que tinham ido pra lá e também sonhava em viver tudo aquilo. Sabe aquele café da manhã, na caverna, olhando os balões? Pois é, era isso que eu queria.


Então anota aí: melhor lugar para ficar Göreme! E aí aqui você me permite te sugerir um hotel fantástico em Göreme, né? Mithra Cave. Sabe aquele lugar perfeito? É esse hotel.


Você estará dormindo em caverna. Vai acordar e observar os balões passando, literalmente, em cima da sua cabeça. Vai curtir o pôr do sol nos mirantes preparados por eles. Sabe aquele lance de fazer “mini-studios” para que suas fotos fiquem perfeitas? Até isso você encontra lá. Almofadas, tapetes, uma mesa com café, até mesmo os cachorrinhos fofos estão por lá para tornar a sua experiência inesquecível.


E essa recepção no Mithra Cave Hotel?

Esse terraço todo decorado <3

Vários ambientes do Mithra Cave

Olha a vista

Mithra Cave Hotel

Não é um dos lugares mais em conta, mas vale muito a pena. Se você for para Capadócia tem que viver isso, senão, não será a mesma coisa. Confia em mim.


Faça a reserva com antecedência que garanto que você vai conseguir um valor melhor e não vai se arrepender da escolha.


A chegada


Chegamos no Aeroporto Nevsehir, que é o mais próximo de Göreme, cerca de 40 km. O outro é o Kayseri, que fica a 75 km.


Chegando na Capadócia

E agora? Como chegar até meu hotel?


Não se desespere, anote aí mais uma super dica: entre nesse site da Argeus e envie um e-mail pedindo orçamento para o seu destino. Fiz isso, eles me responderam rapidinho e o valor, em junho de 2018, foi de 25 Liras Turcas para o trajeto aeroporto > hotel em Göreme. Mas o valor pode ser outro. Por isso, consulte antes através desse site. Ah, como você vai pagar diretamente para o motorista, é bom ter esse e-mail da “negociação” em mãos, pois o nosso motorista queria cobrar um valor diferente do que foi combinado. Claro que não paguei, paguei apenas o valor repassado anteriormente.


Tirando isso, foi tudo certinho. Nos buscaram no aeroporto, com outras pessoas diferentes e foram deixando cada uma em seus hotéis. Nos deixaram na porta do nosso. Super prático.


Desbravando Capadócia


Eu meio que fiquei sem ação quando cheguei lá. Sabe, é bem emocionante de tão lindo, de tão exótico, de tão incrível. Já falei do nosso hotel, mas vou falar novamente! Se tivesse que ficar apenas no hotel, já estaria ótimo, de tão massa que é.


Veja vídeos nos destaques do meu instagram, aí você vai entender o que estou falando rs.


Descemos para conhecer o centrinho de Göreme, que é bem pertinho do hotel. Tem várias lojinhas, com lembracinhas, luminárias, tapetes, cerâmicas, entre outros produtos. Além de mercados e restaurantes. Ótimo!


Ah, assim como em Istambul, se você precisar trocar dinheiro, por ali você também encontra alguns lugares para trocar. Apesar de que eles também aceitam Euro.


Voltamos para o nosso hotel


Veja só o quanto esse hotel é lindo e fotogênico hehe. Aproveitamos para tomar um vinho e assistir o pôr do sol de lá <3


Jantar


Procuramos um lugar para jantar e achamos uma preciosidade ali do ladinho do hotel. É um restaurante familiar, novo. Vimos a plaquinha e subimos a escadinha. Nem imaginávamos como era lá em cima. A vista, nem preciso falar. Deslumbrante. Só tinha a gente e o casal, donos do restaurante. O nome é Retro Cappadocia, Cafe e Restaurant. Uma delícia de lugar. Simples e aconchegante.


A vista do restaurante

Essas entradinhas <3

A frente do restaurante


No dia seguinte


Bem, como contei no post anterior, sobre Istambul, lá conhecemos o Selim da Shyne e ele que nos “salvou”, pois conseguimos economizar 30 euros no passeio de balão e também fechamos com um serviço de guia. Sem guia lá, gente, não vale a pena. É que eles te buscam no hotel, te levam para os principais pontos turísticos, te explicam certinho. Sozinho, dificilmente seria possível, já que lá não tem muitas opções de transportes públicos e tal, então essa dica é essencial: contrate serviço de guia.


Voo de balão


Faça! No início do planejamento da viagem eu estava com receio, aquele medinho de fazer, mas minha amiga Alessandra, que já tinha feito, me convenceu. E foi uma das melhores coisas que fiz.


Outra dica super importante é: programe esse passeio para a primeira manhã que você estiver lá. Digo isso, pois dependendo das condições climáticas, o voo pode ser cancelado e aí você terá outros dias para tentar. Agora, se você deixar para o último dia, corre o risco de não conseguir fazer.


Vou explicar melhor. Até porque aconteceu isso com a gente.


A van da empresa do balão passou por volta das 4 da manhã no nosso hotel para nos buscar – e nós só acordamos com a ligação da recepção, que vexame. Trocamos a roupa rápido e “voamos” para a recepção. Não faça igual, please! Hahaha


Outras pessoas, de outros hotéis, já estavam na van e nós fomos até o local de onde saem os balões. Eles nos oferecem um café – ou chá – e alguns biscoitinhos enquanto aguardávamos. Mas, para nossa tristeza, começou a garoar e o tempo não estava bom. Resultado: os voos foram cancelados naquela manhã.


E isso vale para todas as empresas. Nenhum sai. E esse passeio só acontece pela manhã mesmo, é para ver o nascer do sol lá de cima.


Então, era momento de torcer para que no outro dia o tempo colabore.


Importante dizer que você não precisa pagar nada a mais por conta disso. E, se por acaso, você não conseguir realizar o passeio nos dias que estiver lá, por conta do tempo, eles devolvem o dinheiro. Pelo menos com a empresa que nós fizemos funcionava assim.


Voltamos para o nosso hotel, tomamos aquele cafezão delicioso e aguardamos a chegada da nossa guia.


A vista do café da manhã no hotel


Guia na Capadócia


Nossa guia era a Fátima da Shah Mat Travel e ela falava muito bem o espanhol (nós optamos por isso). E bora desbravar a região. Lembrando que fizemos tudo com o Selim, em Istambul. Compramos dois dias de passeio, sendo um dia Capadócia Norte ( Red Tour) e outro dia Capadócia Sul (Green Tour). Além do passeio de balão.


E só quero reforçar a facilidade e a vantagem de contratar guia, pois o valor, que não é muito alto, já está incluso as entradas dos passeios que fizemos e o almoço desses dois dias. Vale muito a pena.


Museu ao Ar Livre (Parque Nacional de Göreme)


A primeira parada foi o Parque Nacional de Göreme, o Museu ao Ar Livre. São várias rochas esculpidas. Várias antigas capelas e cavernas e, de acordo com a nossa guia, algumas pessoas viveram ali até o ano 12.



E ali você pode observar como eles viviam e se viravam nessa época. É muito legal pensar nisso tudo, até mesmo o armazenamento da comida, você consegue ter uma noção de como eles faziam. É muito legal. É realmente um lugar muito interessante para você visitar, uma caminhadinha por entre essas rochas esculpidas. Muitas igrejas de lá você pode entrar, mas não pode filmar, nem tirar fotos por conta das pinturas que são conservadas até hoje, tem de São Jorge. Quem é devoto vai amar conhecer.


As mesas das refeições

Eu fico imaginando quantas pessoas já passaram por essas portinhas, como era a vida delas há tantos anos atrás... Quantas histórias por aqui, heim? Quantos sentimentos...

Bazaar 54


Depois nós fomos até uma loja e escola de tapeçaria, vimos as pessoas trabalhando, nos explicaram como são feitos, inclusive eu pude fazer “uns pontinhos” no tapete que estava sendo feito.


Depois eles nos levam para mostrar os tapetes prontos, de diversos tipos e valores. É muito legal.


Kapadokya Seramik


Ali do ladinho fica a Kapadokya Seramik e nossa guia nos levou lá para conhecermos. Assim como no Bazaar 54 eles aguardam os turistas que chegam com guias e fazem a demonstração. Claro que eu fui a “cobaia” mais uma vez e fiz cerâmica “à la Molly do filme Ghost” hahaha


Sem contar que eles nos oferecem chá em todos esses lugares. Amei!


Os vales...


Vale da Imaginação


Pela região você vai conhecer vários vales e nós conhecemos alguns. O primeiro foi o Vale da Imaginação. Nossa guia disse que dependendo da quantidade de vinho que você tomar antes de ir você pode observar várias outras formações diferentes hehe. Como eu não tomei vinho antes, vi alguns, tipo camelo (ali na foto) e outras coisinhas que não são permitidas nesse horário haha.


Chaminé das Fadas (Vale dos Monges)


Depois fomos conhecer o Chaminé das Fadas (que poderia ser outra coisa também haha). E a nossa guia nos explicou que exatamente nessa parte ali de cima, onde parece haver uma divisão, era até onde o mar batia há muitos anos atrás, por isso tem esse formato.